Xuño de 2014
 
 

NÚMERO 236 - 16/06/2014

   CUTUDC / Novidades

  REPRESSOM
 

Comunicado perante o assédio aos meios livres de comunicaçom

A detençom, no passado dia 3 de junho, de um membro do site lahaine.org e outro do coletivo de fotoativistas Ekinklik.org a raiz da abrangência de uma açom no quadro dos atos de aniversário da okupaçom do Gaztetxe de Iruña, o Euskal Jai, constitui o enésimo ataque aos meios alternativos de comunicaçom, a esses que nom estám dirigidos por nengum poder empresarial, e que nos aproximam de umha realidade que os grandes meios se empenham em ocultar.

 

  • Noticias relacionadas

Se bem que esta repressom nom seja nova, nos últimos tempos assistimos a um notável incremento do assédio e criminalizaçom a estes meios.
 
Exemplos disso som:
 
- O ataque dos Polícias cataláns à redaçom da Direta.cat com agressons a jornalistas e o rompimento de vidros do seu local durante os acontecimentos de Sants no final de maio.
 
- O fechamento do site BurlataHerria.org por parte da Audiência Nacional, e o processamento de um dos seus colaboradores por “apologia do terrorismo”.
 
- A detençom do mesmo companhero de LaHaine.org no passado dia 29 de Março em Madrid enquanto cobria a manifestaçom “Xeque ao rei”, bem como a agressão a outros 6 jornalistas para evitar que gravassem a sua detençom e posterior agressão por parte de efetivos anti-motins da polícia nacional.
 
- O processamento de uma câmara do site Ahotsa.info que estava a acompanhar uma “procissom ateia” convocada em Iruña na passada Páscoa.
 
- As ameaças da Audiência Nacional ao site topatu.info exigindo que retirasse um video referente às jornadas “Gazte Danbada” baixo ameaças de lhes fechar o site.
 
- A criminalizaçom por parte do diário ABC ao site Ahotsa.info no quadro da chamada “operaçom Aranha” por informar das detençons que se estavam a produzir.
 
- O sinalamento e criminalizaçom por parte do diário ABC de vários fotojornalistas de Madrid que posteriormente fôrom parados pola Polícia Nacional.
 
- O fechamento do site Ateakireki.com por ordem da Audiência Nacional, o qual se soma ao fechamento do anterior site Apurtu.org tambien ordenado pola Audiência Nacional, caso que, depois de 3 anos com o site fechado e com um dos seus membros um ano e meio em prisom, foi arquivado.
 
- Detençom da companheira fotógrafa que acompanhava para LaHaine.org a Marcha de Desempregados no túnel de Guadarrama, em verao de 2012.
 
- Detençom de 2 membros de PeriodismoHumano.com quando acompanhavam um salto à cerca de Melilha.
 
- Detençom de um membro de LaTele.cat quando acompanhava o bloqueio ao Parlament da Catalunha em junho de 2011.
 
- Detençom de um colaborador de Diagonalperiodico.net enquanto fotografava umha rusga contra imigrantes na Estaçom de Metro de Lavapies (Madrid) em dezembro de 2011.
 
- Denúncia do ex-ministro Francisco Alvarez Capacetes contra Diagonal e a jornalista Ter García acusando-os de “injúrias e calúnias” por umha notícia relativa ao caso Gürtel.
 
- Assim como a repressom a jornalistas e fotógrafos freelance que em várias ocasions fôrom presos ou agredidos por fotografarem “o que nom deviam”, algo que nom só acontece no Estado espanhol, mas em mais partes do mundo, como a Colômbia ou o Chile, lugares onde recentemente se estám a dar processos similares por parte dos governos para carlar a voz dos movimentos e silenciar o povo.
 
A estes despropósitos há que lhe somar também a chamada “operaçom arranha” que da mesma maneira procura cercenar o direito de liberdade de expressão neste caso através das redes sociais de internet.
 
Consideramos que estes graves factos procuram amedrentar aos meios alternativos de comunicaçom e aos seus componentes e desta maneira invisibilizar a informaçom que, dia-a-dia, sacamos adiante desde estes meios.
 
O esgotamento do regime surgido do 78 e a demanda de setores a cada vez mais amplos da sociedade de ruptura com esse regime está a ser contestada elevando as quotas de repressom até níveis alarmantes. E umha dessas repressons é a que está a cair sobre os meios que damos umha visom da realidade que nos rodeia diferente da que nos imponhem os mass-media e o seu pensamento único.
 
Som conscientes de que os nossos meios a cada vez tenhem mais leitores e constituem umha ameaça para o seu monopólio da informaçom, um contrapoder contra a manipulaçom dos grandes meios controlados por grandes grupos empresariais com os seus próprios interesses económicos.
 
Por todo isso, apelamos à denúncia por parte da sociedade por esta perseguiçom e assédio, e ao conjunto dos meios alternativos para nos unirmos contra a censura e a repressom, porque tocarem a um@ de nós tocam-nos a tod@s.
 
Primeiros assinantes:
 
La Haine
Boltxe.Info
Sare Antifaxista
Kaosenlared
Tercera Información
Periodismo Digno
Diario Liberdade
Ahotsa
Arainfo
Insurgente
Crónica Popular
LaTele.cat
Tomalatele-TeleK
La República
Diagonal Periódico
Ión radio
La Enredadera de Radio Topo
Ekinklik
Ágora Sol Radio
Galiza Contrainfo
Eguzki Bideoak
Espacio de Comunicación Insular (República Dominicana)
“A Cuqueta de Luz” en Radio Pirineo
La Directa
Rosario Fernández – Agencia para la Libertad
Oscar Castelnovo – Agencia para la Libertad
LQSomos
Canarias-semanal.org
La Pirenaica Digital
ajintem.com
Linea36
Enlascalles contrainfos Murcia
Actualidad Alternativa
Radio RSK
Borroka garaia da!


Para se somar a este comunicado, deve enviar-se e-mail a lheuskalherria [@] gmail.com

 

 

 

 

 



CUT da UDC . SEMPRE DO LADO DAS TRABALLADORAS E TRABALLADORES

cutudc.com, 2009. Publicado baixo licencia Creative Commons DHTML Menu By Milonic JavaScript